TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

30 de jun de 2012

irmão !!!

O Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro [CRP-RJ] e oConselho Regional de Serviço Social do Rio de Janeiro [CRESS/RJ] vêm manifestar seu repúdio à operação em curso de recolhimento compulsório da população em situação de rua efetivada pela Secretaria Municipal de Assistência Social do Rio de Janeiro [SMAS/RJ]. 


Tal ação visa retirar tal população das áreas de visibilidade midiática da cidade,notadamente a Zona Sul e a Barra da Tijuca, e deslocá-la para abrigos da Prefeitura, tendo assim o objetivo de escamotear as contradições sociais e “varrer para debaixo do tapete os indesejáveis urbanos”, presença non grata durante a ocorrência da Rio+20.

O recolhimento vem sendo prática corriqueira desta Secretaria, política esta conflitante com a Política Nacional de Assistência Social, com a Política Nacional para a População em Situação de Rua,com as orientações do Ministério do Desenvolvimento Social sobre abordagem social e com a Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais. 


Trata-se de prática discriminatória e higienista,que tanto cerceia a possibilidade da construção de políticas públicas junto àquela população quanto viola direitos fundamentais, a exemplo do direito constitucional de ir, vir e permanecer, existindo inclusive jurisprudência para casos semelhantes na cidade de São Paulo, na qual moradores de rua receberam habeas corpus para circular livremente.


Reconhece-se, com isto, que o recolhimento da população em situação de rua é uma ação ilegal e uma afronta ética às práticas desenvolvidas pelos profissionais no âmbito das políticas de assistência social. 



O CRP-RJ e o CRESS/RJ repudiam veementemente esta política de recolhimento da SMAS/RJ e reiteram que a atuação de psicólogos e assistentes sociais na abordagem social deve ser pautada pelos marcos legais do Sistema Único de Assistência Social [SUAS] e por seus códigos e ética.

29 de jun de 2012

beggin



Êta musiquinha danada de boa !

Lauryn..

Tell him...

I'm so blessed



Eu sou tão abençoada!!!Que Deus continue nos abençoando!!!Amém!

Algumas Pessoas!!!


Abdias do Nascimento

Abdias do Nascimento
"A revolução quilombista é fundamentalmente anti-racista, anticapitalista, antilatifundiária, antiimperialista e antineocolonialista"

Adam Clayton Powell

Adam Clayton Powell
"A liberdade é uma conquista interna, em vez de um ajuste externo".

Aime Césaire

Aime Césaire
"Para um ser dilacerado por três séculos de aviltamento, o conhecimento de seu continente original restabelece sua dignidade, oferecendo-lhe uma ancestralidade que lhe fora confiscada"

Alice Walker

Alice Walker
Não pode ser seu amigo quem exige seu silêncio ou atrapalha seu crescimento.

Alzira Rufino

Alzira Rufino
Sou negra ponto final. Devolvo-me a identidade, rasgo a minha certidão. sou negra! sem reticências, sem vírgulas, sem ausências. Sou negra balacobaco. Sou negra noite cansaço

Amilcar Cabral

Amilcar Cabral
" Não vamos utilizar esta tribuna para dizer mal do imperialismo. Diz um ditado africano muito corrente nas nossas terras, onde o fogo é ainda um instrumento importante e um amigo traiçoeiro que quando a tua palhota arde, de nada serve tocar o tam-tam. A dimensão tricontinental, isso quer dizer que não é gritando nem atirando palavras feias falada ou escritas contra o imperialismo, qualquer que seja a sua forma, é pegar em armas e lutar. É o que estamos a fazer e faremos até à liquidação total da dominação branca nas nossas pátrias africanas"

Birago Diop

Birago Diop
Os que estão mortos nunca se foram, Eles estão na sombra que se aclarae na sombra que se espessa. Os mortos não estão sob a terra;eles estão na árvore que se agita, eles estão no tronco que geme,eles estão na água que corre, eles estão na água que dorme,eles estão na cabana, estão na multidão; os mortos não estão mortos.

Bob Marley

Bob Marley
Os homens pensam que possuem uma mente, mais é a mente que os possui. Há pessoas que amam o poder e a outras que tem o poder de amar.

Carolina Maria de Jesus

Carolina Maria de Jesus
Os políticos sabem que eu sou poetisa. E que o poeta enfrenta a morte quando vê seu povo oprimido.

Cartola

Cartola
A Cor da Esperança Amanhã, A tristeza vai transformar-se em alegria,E o sol vai brilhar no céu de um novo dia,Vamos sair pelas ruas, pelas ruas da cidade Peito aberto,Cara ao sol da felicidade. E no canto de amor assim, Sempre vão surgir em mim, novas fantasias, Sinto vibrando no ar, E sei que não é vã, a cor da esperança A esperança do amanhã

Cheikh Anta Diop

Cheikh Anta Diop
"Não há absolutamente dúvidas de que a raça branca, a qual apareceu pela primeira vez durante o Alto Paleolítico - em torno de 20.000 antes de Cristo - , era o produto de um processo de despigmentação. (...) não há dúvida de que o panorama cultural desses protobrancos era eventualmente condicionado durante a época glacial pelas condições extremamente duras do seu "berço nórdico", até o momento de seus movimentos migratórios rumo às regiões meridionais, em torno de 1.500 anos antes de Cristo. Moldados por seu berço ambiental, aqueles primeiros nômades brancos desenvolveram, sem dúvida, uma consciência social típica do ambiente hostil ao qual estiveram confinados por um longo período. A xenofobia se fixou como um dos traços de sua consciência social. A hierarquização patriarcal outra. (...) Penso que a Dra. Welsing identificou corretamente a origem do racismo num definitivo reflexo defensivo. Creio que o racismo seja uma reação de medo, mais freqüentemente inconfesso que não.

Claude Mckay

Claude Mckay
Se devemos morrer, que não seja como porcos, perseguidos e cercados em um lugar inglório...Se devemos morrer, oh, deixem-nos morrer nobremente para que nosso sangue precioso não seja derramado em vão... assassinos, covardemente agrupados, esmagados contra os muros, morrendo, mas lutando sempre.

Dead Prez

Dead Prez
"Eu sou um Africano / Nunca fui um Afro-Americano".

Eldridge Cleaver

Eldridge Cleaver
As pessoas nos entendiam mal e não faziam o nosso exemplo em pegar a arma.Na época, não havia nenhuma solução clara para este dilema. Éramos um grupo de jovens revolucionários em busca de respostas e formas de aliviar o racismo. Nossas ações militares chamaram a atenção para o nosso programa e os nossos planos para o povo. Nossa estratégia nos trouxe dedicado membros, e ganhou o respeito dos povos em luta do Terceiro Mundo.

Frantz Fanon

Frantz Fanon
"A morte sempre nos acompanha e nós não somos nada sobre a terra, se não somos, desde logo, cativos de uma causa, a dos povos, da justiça e da liberdade."

Fred Hampton

Fred Hampton
"Estou fazendo o meu trabalho e creio que não nasci para morrer em um acidente de carro. Não acredito que eu vá morrer escorregando em um pedaço de gelo. Não acredito que eu nasci para morrer por causa de problemas no coração. Eu não creio que nasci para morrer de câncer no pulmão. Acredito que vou ser capaz de fazer o que vim fazer. Acredito que vou ser capaz de morrer voluntariamente pelo povo. Acredito que serei capaz de morrer como revolucionário na luta revolucionária internacional do proletariado. E eu espero que cada um de vocês seja capaz de viver nela. Eu penso nas lutas que estão por vir. Por que não viver para o povo? Por que não viver para a luta? Por que não morrer na luta?"

Frederick Douglass

Frederick Douglass
''Se não há luta não há progresso"

Haile Selassie

Haile Selassie
"Enquanto a filosofia que declara uma raça superior e outra inferior não for finalmente e permanentemente desacreditada e abandonada; enquanto não deixarem de existir cidadãos de primeira e segunda categoria de qualquer nação; enquanto a cor da pele de uma pessoa não for mais importante que a cor dos seus olhos; enquanto não forem garantidos a todos por igual os direitos humanos básicos, sem olhar a raças, até esse dia, os sonhos de paz duradoura, cidadania mundial e governo de uma moral internacional irão continuar a ser uma ilusão fugaz, a ser perseguida mas nunca alcançada. E igualmente, enquanto os regimes infelizes e ignóbeis que suprimem os nossos irmãos, em condições subumanas, em Angola, Moçambique e na África do Sul não forem superados e destruídos, enquanto o fanatismo, os preconceitos, a malícia e os interesses desumanos não forem substituídos pela compreensão, tolerância e boa-vontade, enquanto todos os Africanos não se levantarem e falarem como seres livres, iguais aos olhos de todos os homens como são no Céu, até esse dia, o continente Africano não conhecerá a Paz. Nós, Africanos, iremos lutar, se necessário, e sabemos que iremos vencer, pois somos confiantes na vitória do bem sobre o mal".

Haki Madhubuti

Haki Madhubuti
"É necessário dizer que ninguém está contra os brancos porque eles são brancos, estamos contra os brancos por causa da irrefutável documentação de sua guerra continua contra os negros. Nós estamos a favor dos negros"

Harriet Tubman

Harriet Tubman
Não deixe nenhum irmão ou irmã atrás da linha inimiga da pobreza.

Huey Newton

Huey Newton
''você pode matar o meu corpo, mais não pode matar a minha alma. Minha alma viverá para sempre!''

Kabengele Munanga

Kabengele Munanga
Parece simples definir quem é negro no Brasil. Mas, num país que desenvolveu o desejo de branqueamento, não é fácil apresentar uma definição de quem é negro ou não. Há pessoas negras que introjetaram o ideal de branqueamento e não se consideram como negras. Assim, a questão da identidade do negro é um processo doloroso.

Kwame Nkrumah

Kwame Nkrumah
''A concepção da união política: Há de que um governo de União deve ser responsável pelo desenvolvimento econômico, defesa e política externa, enquanto outras funções do governo continuaria a ser apurado pelos estados existentes agrupados, de forma federal, dentro de uma organização central política . Claramente, esta é a posição mais forte em África poderiam adotar em sua luta contra o imperialismo moderno. "

Owen 'Alik Shahadah

Owen 'Alik Shahadah
Que tipo de mundo em que vivemos, quando os pontos de vista dos oprimidos são expressos na conveniência dos ricos?

Patrice Lumumba

Patrice Lumumba
A luz selvagem do sol resplandecerá novamente sobre nós, enxugará as lágrimas e as nossas feições achincalhadas. Quando romperem estes grilhões, estas pesadas correntes, dispersar-se-há para sempre o tempo da crueldade, da maldade. Orgulhoso, o livre Congo se levantará da terra negra.

Rita Marley

Rita Marley
Há uma linha no interior da fé, tanto quanto o homem e a mulher estão envolvidos. Nos primeiros tempos o homem humilhava as mulheres - por causa da nossa humildade. Mas depois percebemos que Deus não tem um significado egoísta - Tomou uma mulher e um homem para mostrar a beleza, ao criar os seres humanos. A mulher dá o nascimento até o homem: ela suporta e alimenta a fruta... Dentro da fé, as mulheres têm vivido através dela. Eu tenho os ajudado, penso eu, para superar essas coisas. Eu sei que estou sendo usada como um exemplo para as mulheres Rastas. Estamos orgulhosas de sermos quem somos.

Robert F. Williams

Robert F. Williams
"Os afro-americanos são militante. E um militante, porque ele defende sua família, sua casa, e sua dignidade. Ele não introduz a violência racista em um sistema social - a violência já está lá, e sempre esteve lá. É precisamente essa violência incontestável que permite que um sistema social racista se perpertue quando as pessoas dizem que se opõem aos negros que recorrem a violência, o que eles realmente querem dizer é que eles se opõem aos negros que se defendem é que contestam o monopólio exclusivo da violência praticado por racistas brancos. "

Samora Machel

Samora Machel
"A corrupção material, moral e ideológica, o suborno, a busca do conforto, as cunhas, o nepotismo, isto é, os favores na base de amizade, e em particular dar preferência nos empregos aos seus familiares, amigos ou a gente da sua região fazem parte do sistema de vida que estamos a destruir. "

Sekou Touré

Sekou Touré
"Para participar da revolução africana não basta escrever uma canção revolucionária, é preciso forjar a revolução junto com o povo. E se nós a forjarmos junto com o povo, as canções surgirão por si mesmas e delas mesmas."

Steve Bantu Biko

Steve Bantu Biko
Consciência Negra é, em essência, a percepção pelo homem negro da necessidade de juntar forças com seus irmãos em torno da causa de sua atuação – a negritude de sua pele – e de agir como um grupo, a fim de se libertarem das correntes que os prendem em uma servidão perpétua. Procura provar que é mentira considerar o negro uma aberração do “normal”, que é ser branco. É a manifestação de uma nova percepção de que, ao procurar fugir de si mesmos e imitar o branco, os negros estão insultando a inteligência de quem os criou negros. Portanto, a Consciência Negra toma conhecimento de que o plano de Deus deliberadamente criou o negro, negro. Procura infundir na comunidade negra um novo orgulho de si mesma, de seus esforços, seus sistemas de valores, sua cultura, religião e maneira de ver a vida.

Sister Carol

Sister Carol
Mas se continuarmos a suprimir o lado feminino, então encaminhamo-nos para o caos. Porque existe um demasiado desequilíbrio neste momento. Tem que existir equilíbrio. As mulheres devem ser representadas. Devem ser reconhecidas. Elas devem ser amadas e acarinhadas e veneradas e respeitadas e devem lhes ser dada a oportunidade para que possam contribuir para a sociedade. Tal como acontecia antigamente no Egipto e mesmo antes.Por isso, eu tento trazer à luz uma renascença ou um renascimento pelo respeito da mulher. Porque se me desrespeitam e se continuam o desrespeito para com a Mãe África, a Mãe Natureza, a mãe do universo, então dirigimo-nos para a extinção…”

Stokely Carmichael - Kwame Ture

Stokely Carmichael - Kwame Ture
Black Power simboliza uma nova fase da consciência revolucionária do anseio e aspiração do homem negro é da mulher negra. A real liberdade só virá quando a África estiver politicamente unida. É só então que o homem negro juntamente com a mulher negra será livre para respirar o ar da liberdade, que é seu para respirar, em qualquer parte do mundo. É um convite à apresentação de negros neste país para se unir, para reconhecer sua herança, a fim de construir um sentimento de comunidade.É um convite à apresentação de negros para definir os seus próprios objectivos, a conduzir as suas próprias organizações.

Lélia Gonzalez

Lélia Gonzalez
Fato da maior importância, comumente “esquecido” pelo próprio Movimento Negro, era justamente o da atuação das mulheres negras que, ao que parece, antes mesmo da existência de organizações do Movimento de Mulheres, reuniam-se para discutir o seu cotidiano marcado, por um lado, pela discriminação racial e, por outro, pelo machismo não só dos homens brancos, mas dos próprios negros.... Nesse sentido, o feminismo negro possui sua diferença específica em face do ocidental: a da solidariedade, fundada numa experiência histórica comum.

Luis Gama

Luis Gama
“O escravo que mata o seu senhor pratica um ato de Legítima Defesa.”

Malcolm-X (El-Hajj Malik El-Shabazz)

Malcolm-X (El-Hajj Malik El-Shabazz)
"O homem branco quer que os homens pretos permaneçam imorais, depravados e ignorantes. Enquanto permanecermos nessas condições, continuaremos a suplicar, e o homem branco nos controlará. Jamais poderemos conquistar liberdade, justiça e igualdade enquanto não estivermos fazendo por nós mesmos."

Marcus Garvey

Marcus Garvey
"A confiança de nossa raça no progresso e realizações dos outros na expectativa de obter simpatia, justiça e direitos é como depender de uma bengala quebrada, onde o apoiar-se nela significará uma eventual queda no chão... O preto necessita de uma nação e de um país próprio, onde ele possa demonstrar da melhor maneira sua própria habilidade na arte do progresso humano.

Martin Luther King

Martin Luther King
Não somos o que deveriamos ser,não somos o que desejamos ser,não somos o que iriamos ser,mas graças a Deus não somos o que eramos.

Maya Angelou

Maya Angelou
"O preconceito é um fardo que confunde o passado, ameaça o futuro e torna o presente inacessível."

Milton Santos

Milton Santos
A globalização pretende ser homogeneizadora, como presença obrigatória em todos os continentes e lugares. E a promessa de construção de um mundo só estaria incluída nesse movimento. Todavia, tal pretensão até agora apenas renova disparidades e cria novas desigualdades, o que é devido à violência dos seus processos fundadores, todos praticamente indiferentes às realidades locais. A aplicação brutal de princípios gerais a situações tão diversas é criadora de desordem. Por isso mesmo, a globalização beneficia apenas uma parcela limitada de atores, enquanto causa transtornos e danos à maioria das empresas e das pessoas.

Mohammd Ali

Mohammd Ali
" Quando eu parar de lutar, farei muitas coisas nos bairros negros. Temos muitos problemas que precisamos resolver entre nós. Prostituição, drogas e gangs. Também, o auto-conhecimento. Os negros não conhecem a si próprios. Mentalmente somos como os brancos. Os brancos nos fizeram tão parecidos com ele que fica difícil de falar dos negros para os próprios negros. Difícil ensiná-los a se unir, casar entre si e permanencer juntos, porque os negros se parecem com os brancos. Os negros são como os brancos. A lavagem cerebral foi tanta que agora teremos que reprogramá-los, ensiná-los, sobre suas raízes, históricos, nomes, línguas e respeitar (amar) e proteger suas mulheres. Fazer por conta própria. Para de implorar ajuda aos brancos" _ "Sim, estou na África. Este é o meu lar. A américa e os americanos que se danem. Moro na América mas o lar dos negros é a ÁFRICA"

Molefi K. Asante

Molefi K. Asante
" O nacionalimo negro aceita o desenvolvimento econômico como um preceito básico, mas argumente que a conquista espiritual precede tanto a conquista econômica como a política"

Mumia Abu Jamal

Mumia Abu Jamal
''Quando escrevo alguma coisa em apoio ao esforço popular contra a opressão em qualquer lugar do mundo, estou praticando minha religião. Quando escrevo uma carta que serve de inspiração para um jovem, e esse jovem fala para outros o que se passa em sua cabeça sobre os atos sem pé nem cabeça do sistema, estou praticando minha religião...”

Nelson Mandela

Nelson Mandela
"Não há mais caminho fácil para a liberdade em lugar algum, e muitos de nós têm que atravessar o vale das sombras da morte de novo e de novo antes de alcançarmos o topo da montanha de nossos desejos."



28 de jun de 2012

DEPOIS DA TEMPESTADE

Depois da tempestade ...O sol...o jeito é esquecer oq passou e seguir o curso do rio!!


Cada prova que vc faz é apenas o ensaio de algo maior!!!!


 Sempre avante ..its a bird : its a plane no no is the super slow!!!

27 de jun de 2012

muitos homens!!

Queria ser o Mult-Homem dos ímpossiveis, aquele do trio formado pelo Homem-Mola (Coil Man) e Homem-Fluido (Fluid Man)

Criaria múltiplas cópias de mim mesmo. Passaria a imagem do desligado da turma, com o cabelo sempre cobrindo meus olhos e possuíndo um escudo com a letra "M". 

Sempre falaria para o vilão: "Você pegou todos, menos o original"

26 de jun de 2012


 EU FAÇO PARTE.......................


Filmes aleatórios
+
Festa com DJ Rodrigo Cavalcanti
+
Encontro com Rama Ao Vivo.
+
LavaJato
+
Eta Aquarídea

R$ 0,00

Lira de Ouro Ponto de Cultura

Rua José Veríssimo, 72, Centro de Caxias
www.matecomangu.com.br
-
Aproveita e curte nossa página:
https://www.facebook.com/matecomangu.org
Mate com Angu Apresenta - Sessão É Noise - o barulho é dubon

25 de jun de 2012

uma longa história!!!


Muitos astros que hoje são reconhecidos como ícones, começaram em áreas diferentes, como Kurtis Blow que desde 1972 vem fazendo barulho, foi um dos primeiros M.c.s que ganharam disco de ouro, lá pelos 80, com a clássica "the breaks”, mas era um b-boy e depois começou a cantar , assim como vários mcs, eram djs... 



 Kurtis Blow

Kurtis foi um dos primeiros rappers de sucesso nos EUA, ele iniciou sua carreira como B-Boy (dançarino de break) em meados da década de 70, até se lançar como artista de rap e DJ.

Em 1979, aos vinte anos de idade, ele foi o primeiro rapper a assinar com uma grande gravadora e lançou o single “Christmas Rappin”. Abaixo, ele interpreta este hit no programa inglês “Top of the Pops” (TOFT):
Foi com sua música seguinte, ‘The Breaks”(com sua batida meio disco/meio hip-hop), que ele estourou e fez do rap um fenômeno internacional, ganhando o primeiro disco de ouro para o gênero. Abaixo sua apresentação no programa Soul Train (introduzido pelo recentemente falecido Don Cornelius):

Um dos projetos mais legais de Kurtis foi “King Holiday”, uma homenagem ao aniversário de Martin Luther King com participação dele e de famosos artistas do R&B dos anos 80 como Whitney Houston (recentemente falecida), Run DMC, New Edition, Stephanie Mills, El Debarge, Kool & The Gang, Fat Boys, entre outros:
Nos anos seguintes, Kurtis produziu álbuns para outros artistas, comandou programas de rádio de sucesso, fez filmes como “Cry of the city” e “Krush Groove”, além de participar de atos contra o racismo e o apartheid e fazer turnê em lugares como o Oriente Médio.


Seu estilo de cantar, de vestir, foi sampleado e copiado por muitos artistas novos que se inspiraram na figura carismática de Kurtis Blow, seu gingado ao dançar, suas rimas que falam de problemas sociais, da linguagem das ruas de NY.

Hoje em dia, Kurtis virou pastor e co-fundou a sua própria igreja: a igreja do Hip-Hop, que pretende angariar fiéis que acreditem na sua causa e que vejam a conexão entre religião e o hip-hop. Outro dos pastores é o Run (do Run DMC).
Exageros à parte, Kurtis foi um dos primeiro rappers a conquistar fama e fortuna com este gênero, ajudando a popularizá-lo e dar voz a toda uma geração de artistas que antes eram tratados com preconceito. A música de Kurts Blow fala por si e ele será eternamente lembrado pela sua visão e inovação.

Ou Krs 1 que era grafiteiro,dizia ele que a grande alegria dele era ver um grafittii viajando por toda a cidade, nos trens de NY. 


O hip-hop é um modo de vida, enquanto o rap é puramente música. 
Também gosto da definição de KRS-One: hip-hop é algo que você vive e rap é algo que você faz.

Dos primeiros mcs surgiram os primeiros gritos de guerra, os primeiros combates de rimas, as primeiras tretas, no começo da década de 80 o hiphop já era uma febre no mundo todo, influenciando toda uma geração, misturando - se com outras culturas e dando voz a muita gente sem voz até então.
 

O rap deve muito ao soul e soul me lembra sempre James Brown-


Não poderíamos iniciar este assunto sem falar daquele que foi a maior influência na cultura hip-hop, sem ele não haveria nenhuma revolução na música negra e ele é o godfather of soul, o mr. Dynamite: James Brown.
James Brown teve uma vida bem difícil antes de estourar na música: ele veio de uma família extremamente pobre, fez de tudo um pouco, desde engraxate até lavador de pratos, inclusive chegando a roubar e cumprir pena na prisão.
Mas seu interesse pela música e dança veio desde cedo, já que um de seus bicos era dançar para entreter soldados antes da Segunda Guerra, tendo como inspiração o astro Louis Jourdan, famoso nos anos 40.
Em 1963, James Brown e The Famous Flames fazem uma reviravolta em suas carreiras ao gravarem o LP ao vivo “Live at the Apollo”. O álbum ficou 14 semanas nas paradas alcançando o segundo lugar e gerando hits de sucesso como “Out of Sight’, como no vídeo abaixo onde já notamos todo o groove que Brown possuía: 

 Logo em seguida, em 1965, Brown lança mais dois super hits: “Papa’s got a brand new bag” e ‘I got you (I feel good)”, sendo que o primeiro vence o Grammy de melhor gravação de Rhythm & Blues:

Sexy, animado, estiloso, Brown levava o público à loucura com seu jeito especial de mexer os quadris, seus gritinhos, usando calças justas, botinhas de cano curto, topete, estilo este super moderno para uma época em que os negros ainda lutavam para ter seus direitos reconheci-dos. 

A música ‘Cold Case”, uma das primeiras a conter um drum break e uma harmonia reduzida a um único coro, é considerada a primeira música originalmente funk e atingiu o primeiro lugar nas paradas em 1967. 

Os arranjos instrumentais de suas músicas seguintes mostrariam ovas experimentações com guitarras, baixos, baterias e sopros. 

Este novo estilo traz também os vocais de Brown quase que falados em ritmos, um pouco falado e um pouco cantado, influência direta no rap e no hip-hop que viriam nos anos seguintes como notamos em canções como “I got the feelin” 

Nos anos 70, tanto a banda que acompanhava Brown como os integrantes do Famous Flames acabam saindo e ele se junta aos J.B.’s, banda que o acompanhará até o fim, sofrendo algumas alterações. 
[

Com a chegada dos anos 80, Brown tem um ressurgimento, aparecendo em filmes como Blues Brothers, Doctor Detroit e Rocky IV, além de estrear em um episódio da série de TV Miami Vice.Nos anos 90 e início dos anos 2000, Brow continuou a lançar discos, fazer shows, mas a idade já mostrava suas marcas, bem como seu difícil temperamento se metendo em problemas com a polícia e tendo sua saúde debilitada. 

Ele veio a falecer em 2006, vítima de uma insuficiência cardíaca causada por pneumonia. O estilo de Brown pavimentou o caminho para todos os artistas negros surgidos após ele, desde Sly and the Family Stone até Michael Jackson, todos aprenderam com o mestre James Brown.
Não é a toa que ele é o artista mais sampleado em todos os tempos e toda vez que se fala em funk, rap, hip-hop , soul, ele é o artista que mais é citado e lembrado como o mais influente.






MAIS INFORMAÇÕES EM -
http://www.japagirl.com.br/