TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

30 de nov de 2012

DESCOBRI UMA BOMBA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! MEU DEUS COMO NÃO VI ISSO ANTES??

O que escrevo tem tamanha paixão que me sinto sequestrado sem resgate verbal...
O que escrevo tem tamanha paixão que rasgo em mil pedaços os meus pensamentos... 
Minhas palavras são suaves murmúrios de mim e de minha visão...

Escrevo sobre suaves brisas e doces momentos , que poderiam ser apenas lembranças...
Escrevo quando o vento sopra a favor...

Quando venho aqui nesse espaço chega a hora de invocar sentimentos...
Escrevo horizontes estrelados de amor ,escrevo em formas vazias de cheias coisas...
Escrevo sem razão...
Escrevo sem sentido...
Vozes do meu coração.

Palavras soltas... Tempo perdido...
Não procuro algo , nem motivação...
Frases nascidas em memórias vividas...
Abstratas, náufragas...Perdidas...Encontradas...

Te amo Psiqué...
Porque és o meu tudo,
Aos poucos fui começando a amar-te...
as nossas conversas...
as nossas brincadeiras ...
os nossos sonhos...

Tudo contribuiu para que o meu amor por ti crescesse...
já passamos por momentos bons e maus...
ficamos sempre ao lado um do outro...

Gosto de te olhar nos olhos...
Consigo falar contigo sem ter de dizer uma única palavra...
Sabemos o que o outro quer só de nos olharmos nos olhos...
Sinto a tua alegria ou a tua tristeza...
Os teus olhos deixam-me fascinado...
Apaixono-me ainda mais quando os olho...

Preciso do teu toque, das tuas carícias, da tua presença
Quero continuar a amar contigo ,passear contigo, estudar contigo...
Gosto quando sorris, quando me fazes coisas ..que ninguem imagina..
palavras queridas, quando me olhas nos olhos...

Gosto de me sentir amado por ti...
Dou por mim a pensar em ti a maior parte do meu tempo...

Gosto de ver os teus braços a abraçarem-me...
De ouvir o teu coração bater...

Gosto de ficar abraçado a ti toda noite, por mim seria toda a vida...
Acordar para mim, é abrir os olhos e pensar que te amo, pensar em ti e naquilo que significas pra mim...
És tudo pra mim...

O BRUXO!!!

O BRUXO DO COSME VELHO.
Foto: O BRUXO DO COSME VELHO.
NO SÉCULO XIX (19), MACHADO DE ASSIS, EM ALGUMAS DE SUAS CRÔNICAS E ATÉ MESMO NO ROMANCE MEMORIAL DE AIRES (UM ROMANCE EM FORMA DE DIÁRIO), DENUNCIA A ALIENAÇÃO POLÍTICA DO POVO E CRITICA A ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA, O QUE LHE RENDEU CRÍTICAS. "COMO?" "MACHADO É CONTRA ABOLIÇÃO?" CLARO QUE NÃO. MACHADO SEMPRE FOI UM GRANDE DEFENSOR DA LIBERDADE, PORÉM ERA CRÍTICO EM RELAÇÃO A COMO ISSO ESTAVA ACONTECENDO: SABIA QUE MUITOS ALFORRIAVAM POR SIMPLES PRESSÃO POLÍTICA, SABIA QUE ALFORRIAVAM POR SIMPLES "STATUS" DO MOMENTO (VIDE: CRÔNICA DA ABOLIÇÃO), SABIA QUE ALFORRIARIAM E NÃO DARIAM SUPORTE PARA QUE OS NEGROS TIVESSEM DIREITOS IGUAIS À EDUCAÇÃO, À SAÚDE E  À MORADIA. POR ISSO, MACHADO DE ASSIS "O BRUXO" JÁ SABIA QUE AQUILO ERA SÓ O COMEÇO DA "BOLA DE NEVE" PARA OS IRMÃOS DE COR.  NÓS TEMOS O RESULTADO DESSA PÁGINA DA HISTÓRIA HOJE. TAPUMES ESCONDEM AS COMUNIDADES NAS BEIRAS DAS RODOVIAS, A EDUCAÇÃO É TRATADA COMO UMA FORMA MASSIFICADORA PARA QUE SE ALCANCE OS NÚMEROS VIÁVEIS PARA AS ESTATÍSTICAS INTERNACIONAIS. AS TÃO POLEMIZADAS COTAS, QUE SÃO PALIATIVOS NUMA TENTATIVA DE EQUIPARAÇÃO, ENQUANTO O ENSINO PÚBLICO CONTINUA A PRODUZIR POUCOS, MUITO POUCOS PENSADORES... CLARO, POIS NÃO HÁ VONTADE POLÍTICA QUANDO SE FALA EM EDUCAÇÃO DE VERDADE. SEM QUERER CRIAR TEMOR E NEM SER NEGATIVISTA, MAS VEM COISA PIOR POR AÍ E SE NÃO LEVENTARMOS PARA FALAR, DISCUTIR, DEBATER, COMBATER, SEREMOS CONTINUADORES DE UMA HISTÓRIA QUE SE REPETE:MUDAM-SE OS PERSONAGENS, MAS MANTÉM-SE O MESMO ENREDO.
*** SEI QUE POUCOS LERÃO ATÉ O FIM, POIS MUITOS DE NÓS NÃO SOMOS DADOS A TEXTOS LONGOS, MAS SE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI: COMENTE, COMPARTILHE, SÓ NÃO FIQUE AÍ PARADO.
RENATO ARANHA (ROTA ESPIRAL)
"CRIAR UM MEIO DE VENCER PROBLEMAS, CRIAR PROBLEMAS PRA VENCER SISTEMAS..." (TRAMPO - ROTA ESPIRAL)
NO SÉCULO XIX (19), MACHADO DE ASSIS, EM ALGUMAS DE SUAS CRÔNICAS E ATÉ MESMO NO ROMANCE MEMORIAL DE AIRES (UM ROMANCE EM FORMA DE DIÁRIO), DENUNCIA A ALIENAÇÃO POLÍTICA DO POVO E CRITICA A ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA, O
 QUE LHE RENDEU CRÍTICAS. "COMO?" "MACHADO É CONTRA ABOLIÇÃO?" CLARO QUE NÃO.





 MACHADO SEMPRE FOI UM GRANDE DEFENSOR DA LIBERDADE, PORÉM ERA CRÍTICO EM RELAÇÃO A COMO ISSO ESTAVA ACONTECENDO: SABIA QUE MUITOS ALFORRIAVAM POR SIMPLES PRESSÃO POLÍTICA, SABIA QUE ALFORRIAVAM POR SIMPLES "STATUS" DO MOMENTO (VIDE: CRÔNICA DA ABOLIÇÃO), SABIA QUE ALFORRIARIAM E NÃO DARIAM SUPORTE PARA QUE OS NEGROS TIVESSEM DIREITOS IGUAIS À EDUCAÇÃO, À SAÚDE E À MORADIA.





 POR ISSO, MACHADO DE ASSIS "O BRUXO" JÁ SABIA QUE AQUILO ERA SÓ O COMEÇO DA "BOLA DE NEVE" PARA OS IRMÃOS DE COR. NÓS TEMOS O RESULTADO DESSA PÁGINA DA HISTÓRIA HOJE. TAPUMES ESCONDEM AS COMUNIDADES NAS BEIRAS DAS RODOVIAS, A EDUCAÇÃO É TRATADA COMO UMA FORMA MASSIFICADORA PARA QUE SE ALCANCE OS NÚMEROS VIÁVEIS PARA AS ESTATÍSTICAS INTERNACIONAIS.





 AS TÃO POLEMIZADAS COTAS, QUE SÃO PALIATIVOS NUMA TENTATIVA DE EQUIPARAÇÃO, ENQUANTO O ENSINO PÚBLICO CONTINUA A PRODUZIR POUCOS, MUITO POUCOS PENSADORES... CLARO, POIS NÃO HÁ VONTADE POLÍTICA QUANDO SE FALA EM EDUCAÇÃO DE VERDADE. SEM QUERER CRIAR TEMOR E NEM SER NEGATIVISTA, MAS VEM COISA PIOR POR AÍ E SE NÃO LEVANTARMOS PARA FALAR, DISCUTIR, DEBATER, COMBATER, SEREMOS CONTINUADORES DE UMA HISTÓRIA QUE SE REPETE:MUDAM-SE OS PERSONAGENS, MAS MANTÉM-SE O MESMO ENREDO.



*** SEI QUE POUCOS LERÃO ATÉ O FIM, POIS MUITOS DE NÓS NÃO SOMOS DADOS A TEXTOS LONGOS, MAS SE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI: COMENTE, COMPARTILHE, SÓ NÃO FIQUE AÍ PARADO.



RENATO ARANHA (ROTA ESPIRAL)



"CRIAR UM MEIO DE VENCER PROBLEMAS, CRIAR PROBLEMAS PRA VENCER SISTEMAS..." (TRAMPO - ROTA ESPIRAL)

29 de nov de 2012

NOSSA SENHORA!!! ROGAI!!!



NOSSA SENHORA DA IMACULADA CONCEIÇÃO
HISTÓRIA:

Mais do que memória ou festa de um dos santos de Deus, neste dia estamos solenemente comemorando a Imaculada Conceição de Nossa Senhora, a Rainha de todos os santos.

Esta verdade, reconhecida pela Igreja de Cristo, é muito antiga. Muitos padres e doutores da Igreja oriental, ao exaltarem a grandeza de Maria, Mãe de Deus, usavam expressões como: cheia de graça, lírio da inocência, mais pura que os anjos.

A Igreja ocidental, que sempre muito amou a Santíssima Virgem, tinha uma certa dificuldade para a aceitação do mistério da Imaculada Conceição. Em 1304, o Papa Bento XI reuniu na Universidade de Paris uma assembleia dos doutores mais eminentes em Teologia, para terminar as questões de escola sobre a Imaculada Conceição da Virgem. 
Foi o franciscano João Duns Escoto quem solucionou a dificuldade ao mostrar que era sumamente conveniente que Deus preservasse Maria do pecado original, pois a Santíssima Virgem era destinada a ser mãe do seu Filho. Isso é possível para a Onipotência de Deus, portanto, o Senhor, de fato, a preservou, antecipando-lhe os frutos da redenção de Cristo.

Rapidamente a doutrina da Imaculada Conceição de Maria, no seio de sua mãe Sant'Ana, foi introduzido no calendário romano. A própria Virgem Maria apareceu em 1830 a Santa Catarina Labouré pedindo que se cunhasse uma medalha com a oração: "Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós".

No dia 8 de dezembro de 1854, através da bula Ineffabilis Deus do Papa Pio IX, a Igreja oficialmente reconheceu e declarou solenemente como dogma: "Maria isenta do pecado original".

A própria Virgem Maria, na sua aparição em Lourdes, em 1858, confirmou a definição dogmática e a fé do povo dizendo para Santa Bernadette e para todos nós: "Eu Sou a Imaculada Conceição".

Nossa Senhora da Imaculada Conceição, rogai por nós!

ORAÇÃO:

Virgem Santíssima, que fostes concebida sem o pecado original e por isto merecestes o título de Nossa Senhora da Imaculada Conceição e por terdes evitado todos os outros pecados, o Anjo Gabriel vos saudou com as belas palavras: "Ave Maria, cheia de graça"; nós vos pedimos que nos alcanceis do vosso divino Filho o auxílio necessário para vencermos as tentações e evitarmos os pecados e, já que vós chamamos de Mãe, atendei-nos com carinho maternal e ajudai-nos a viver como dignos filhos vossos. Nossa Senhora da Conceição, rogai por nós.

ele é um poço!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

 RODA DE LEITURA E REPENTES DO MOVIMENTO

Convidados: MC Slow e Repentista Don Severo
Local: Hall da Biblioteca do Centro de Ciências da Saúde

Este dia foi massa demais ...Um repentista é um mestre por natureza...
O Don Severo é um poço de sabedoria e um cara simples e humilde...

Massa mesmo o dia .... Quero mais dias desses...

28 de nov de 2012

OS CARAS DE SAMPA!!



UM DOS MAIORES E MELHORES COLETIVOS DE RAP QUE EU JÁ OUVI...
POTENCIAL 3....




Potencial 3

01 In3dução
02 Nossa Postura
03 Auto Condenação
04 Mente Deteriorada
05 Carrapato
06 Diferenças
07 Cabeça Torta
08 Mano de Fé
09 In3pretação


SE LIGA NA LETRA DOS CARAS...
Atenção no que eu falo
Faça o que eu digo e faça o que eu faço
Não de razão a quem te chama de irmão
Irmão de verdade não diz, faz
O hipócrita da teoria não sai
Da boca pra fora exalta você
E a sua real amizade, cadê?
Pelas costas crítica, apunhala, apedreja
Coloca defeitos dos pés à cabeça
Apertos de mão já não simbolizam união
Pois quando a casa caiu, caiu
A mão que eu apertei, cadê? Sumiu
Você viu? Não... seja imbecil
Mano de fé é um entre mil
Na ausência é latinha de bosta
Na frente "nossa, eu sou foda!"
Foda, uma ova, asa à cobra não dou
O idiota que deu sua cova cavou...

Mano de fé, é o mano de fé
Ra, ra, raramente há
Mano de fé, é o mano de fé
Mano, mano, mano de fé

Meu deus, como é que pode tamanha idiotice
Eu te disse, disse, disse: "preste atenção"
Será que a sua percepção
Pra notar quem é falso ou franco venceu
Pois chama qualquer um de amigo seu
Seu amigo, amigo seu... Acorda, meu
Pense bem, veja bem se alguém
Tem o que ele não tem
Joga olho-gordo, põe no perigo, tá fodido
Sua sinceridade é fogo de palha
É ciente que não deixa falha
Dinheiro na mão, ele no seu pé
Invertido o jogo ele diz: "qual é?"
Descartável deu trela pra cascavel
Fácil acesso à ilusão é o seu mal
Seja bem vindo ao mundo real

Mano de fé, é o mano de fé
Ra, ra, raramente há
Mano de fé, é o mano de fé
Mano, mano, mano de fé

Bem, bem, bem que eu falei
Passou a perna outra vez
Te matou moralmente sem dó
Oh, oh, agora está só
Tudo bem, você foi só mais um que eu vi
Até eu nesse conto de fadas cai...
Se engana a todos de fato...
Não sei por onde vem, se sente rei
Mas sei, mas sei, mas sei...
Mas sei qual é o seu trono
No reino dos falsos ele é patrono
Tem cabimento um ser tão nojento? Fique atento
Pois já não há em quem confiar
Amigo é coisa pra se guardar
Faça o que eu fiz, corte a raiz
Não dê confiança a esse infeliz
Eu vou montar uma arca de Noé
É só colocar...

Mano de fé, é o mano de fé
Ra, ra, raramente há
Mano de fé, é o mano de fé
Mano, mano, mano de fé  







. ..HISTÓRICO:..

NASCIDO NO BAIRRO DO IPIRANGA EM SÃO PAULO NO COMEÇO DOS ANOS 90, O GRUPO POTENCIAL 3 [P3] VEM PRA MODIFICAR E MARCAR UMA ÉPOCA NO CENÁRIO E NA HISTÓRIA DO RAP BRASILEIRO, GRAVA SEU PRIMEIRO ALBÚM PELA GRAVADORA .. ZIMBABWE ..

EM ..1994 .. CHAMADO POTENCIAL 3 .. (VOCÊ PRECISA ESQUECER O PASSADO IGNORAR O PRESENTE E TORCER PARA QUE O FUTURO SEJA A MESMA MERDA!!!) .. COM SUCESSOS COMO: AUTO-CONDENAÇÃO, DIFERENÇAS, CARRAPATO, CABEÇA TORTA E MANO-DE-FÉ, COM LEVADAS IDÉIAS E FUSÕES NUNCA ANTES VISTAS TORNANDO-SE RAPIDAMENTE UM FENÔMENO PARA AQUELA GERAÇÃO E AS SEGUINTES. O ALBÚM SUPEROU A MARCA DAS 200.000 CÓPIAS VENDIDAS E VENDE ATÉ HOJE..

DISCOGRAFIA:

POTENCIAL 3 - 1994 - ZIMBABUE
O MELHOR AINDA ESTÁ POR VIR - TRAMA - 2002
COLETÂNIA 100% SKATE - 2003
KLJAY NA BATIDA VOLUME 3 EQUILÍBRIO A BUSCA - KL JAY - 2001
RISCANDO UM-DJ MARCELINHO - 2003
BRASIL 500 ANOS... - JAIR RODRIGUES - 1999
GUGA STROTER E HB BIG BAND - 2002
SEJA COMO FOR - XIS
SUJEITO HOMEM - RAPPIN HOOD
O RAP É COMPROMISSO - SABOTAGE(D.E.P) - 1999
FITA MIXADA- DJ KLJAY - 2008

27 de nov de 2012

TRABALHO!!!

Agenda das oficinas de rap e grafitti do mc Slow dabf...

27 11 12 - 16h Ciep 400 Coelho da Rocha São João de Meriti
28 11 12 - 14h Jovens patrulheiros na Maré com a Child Hope
29 11 12 - 15h Colegio estadual Guadalajara em Duque de Caxias
30 11 12 -08h Casa da Cultura Praça da Bandeira São João
30 11 12 - 16h UFRJ (Fundão) Rap e Repente
01 12 12 - Encerramentos da oficinas em Bonsucesso (UNISUAM) e na Casa da Cultura em São João

É MUITO TRABALHO ... MAS É ASSIM QUE TEM QUE SER...
POIS PRA MIM HIP HOP É FUNDAMENTAL E NÃO MODA!!
FAZENDO SHOW- GRAVANDO OU REPASSANDO CONHECIMENTOS 

26 de nov de 2012

paz união amor e diversão!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


 Parabéns HIP HOP!

E uma longa e saudável vida, é aquilo que seguramente todos os fãs desta cultura desejam!

Em 1967, Kool Herc, jamaicano de berço, mudou-se para Nova Iorque.

Batizado como Clive Campbell nas ruas da Jamaica conhecido DJ Kool Herk que fazia protestos contra as desigualdades sociais, o Racismo, a violência e a politica econômica em cima da parte instrumental da musica, o DJ com uma par de toca disco e dois discos iguais com o mesmo beat, ia e voltava a parte instrumental, assim fazendo o instrumental ter infinitos minutos.

Nascido em 16 de abril de 1950, em Kingston na Jamaica, devido as dificuldades financeiras, políticas e perseguição Kool Herc em 1967 foi para os Estados Unidos e lá se estalou no gueto Novaiorquino, nos EUA ele se tornou DJ e organizador de festas, começou então a difundir o estilo da sua ilha a realidade sonora americana, que na época era principalmente o FUNK.

Para animar suas festa deu roupagem nova aos TOASTING e aos GRIOTS, iniciando um estilo novo de musica.

KOOL HERC colocava nos beaks das músicas tocadas em seu baile ( Break – nesse caso e a hora que fica só o instrumental da música sem a voz), versos simples e palavras de ordem ligadas ao protesto, algumas previamente selecionadas e outras feitas na hora o FREESTYLE, até que ele chegou a um ponto de esticar a base da música usando 2 toca disco e 2 discos iguais e ia passando de um para o outro pelo MIXER ( aparelho que mistura os sons) os breaks, passavam de alguns minutos ou segundos para eternidade conforme sua vontade.


DJ Kool Herc é o criador do breakbeat , essencialmente o Hip Hop.
Isolando e repetindo os ” Break´s das musicas ” ou as partes que não tinhão voz só o instrumental, ele registrou inovações como os grandes da música negra da época como Mandrill, James Brown, Bib King, e o Jimmy Castor.

Herc criou o protótipo para o Hip Hop.

Embora outros como Grandmaster Flash, Afrika Bambaataa aperfeiçoaram e elevaram as suas técnicas. Mas o senhor Kool Herc tem todo o creditado pela sua criação.

Começando a carreira de DJ bem cedo. ‘ Nos anos setenta nas vezes que discotecava ele era o rei, Herc se distinguiu imediatamente girando e mostrando sempre algo novo...

Herc, era notório para dar festas, todas as noites e apresentava algo novo sempre.
Durante os anos 70, ele era citado entre os grande nomes da música inclusive chamava até a atenção de James Brown que era o mais citado na época da black music.

Nos anos 70 fez parte do o selo (Tommy Boy) nome dado por causa dos dançarinos de break que normalmente eram jovens que encarnavam cedo no breakdancers.

Nos anos 80 a Kool era a maior atração, Herc tinha um sistema de tocar tão envolvente que era difícil de não mexer o corpo com aquela enorme aparelhagem, as suas palavras de ordem em cima dos break´s das musicas e sua performance nos toca discos que muitos começavam a viajar e sentir a música literalmente.

Porém, a carreira de Herc sofreu atropelos quando ele foi apunhalado em uma das suas festa, tendo causado restrição nas suas atividades de DJ durante vários anos.

Durante os anos noventa, esteve aparecendo na entrega de Prêmios e falando de Hip Hop e como também em 1994, falando com DJ Terminator X do Public Enemy em um Show – Herc ficou bom tempo longe da comunidade Hip Hop mas ele tinha criado uma cultura cedo de mais para os anos 70, que de lá para os dias de hoje não criou-se mais nada, só aperfeiçoaram o que o gênio Jamaicano tinha feito a mais de 30 anos.

Habituado na sua terra a ouvir música debitada pelos monstruosos sound systems, Herc pretendeu trazer as colunas para a rua, de modo a oferecer música às pessoas e para solidificar a sua carreira de DJ, iniciada em 1969.

Porém, apesar de alguns gangs frequentarem estas festas elas não tiveram particular impacto, já que as pessoas não aderiram ao som dos discos jamaicanos que Herc trouxera.
Foi neste lugar que tudo começou há 35 anos.
Kool Herc instalava-se por aqui e as pessoas reuniam à sua volta.

O gang Black Spades era um dos vários que frequentavam as festas de Kool Herc no Bronx. Merece referência pois Afrika Bambaataa pertencia a este gang.

Mas Afrika Bambaataa cansou-se da violência dos gangs e pretendeu desligar-se da vida do crime e direcionar a sua vida noutro sentido. Assim, criou a Zulu Nation.

Kevin Donovan nascido no Bronx no dia 10 de abril de 1960, adotou o nome Afrika Bambaataa em 1977, Bambaataa começou a organizar festas e competições de breakdancing ao redor do Bronx.

As técnicas em pickup´s levaram muitos ao proclamar o melhor DJ do negócio- (entretanto Grandmaster Flash e DJ Kool Herc eram mais inovadores) – em 1980 vei com Zulu Nation e Soul Sonic Force Throwdown “.

Reunindo um unico grupo a Zulu Nation , um grupo de músicos afrodescendetes que vinha ganhando fama...
O créditos de produção vem em vários Singles lançados posteriormente durante 1980-1981, Afrika Bambaataa não se tornou um artista gravador até 1982, depois ele lança mais dois grandes sucessos um era "Looking for the Perfect beat" e o outro "Play at your on Risk".

Ele assinou com a Tommy boy registra e lança ” Planet Rock ” que em seguida explodiu no mundo inteiro. Para a epoca essa música criou uma nova força para o crescimento do hip hop que sofreu por ser mais um ritmo da época.

O hip hop vinha do gueto mas muitos outros ritmos vinham das classes dominante.

Logo em seguida com a parceria de Arthur Baker produziram e lancaram hits assimilando a melodias do soul e de Trans-Europe Express de Kraftwerk.

Na mesma trilha veio dúzias de grupos de eletro, entretanto nenhum alcançou a qualidade de ” Planet Rock ” – ate, o próprio Bambaataa, vinha" Procurando a Batida ” Perfeita.

Fora desses grupos de eletro vieram vários estilos de dança predominantes dos anos oitenta e ‘ anos noventa: techno de Detroit, o Bass de Miami, e, para uma extensão mais ilimitada, o house de Chicago.

Levado um pouco pela popularidade, Afrika Bambaataa começou a se ramificar fora do estilo em 1984, gravou United com ajuda de James Brown ” World Destruction ” com John Lydon ( The Time Zone).
E na aquele mesmo ano, Bambaataa lançou um LP só com Funk, em 1985 depois dos quais Bambaataa registrou o próprio selo e passou lançar seus proprios albuns.

Ele deixou a Tommy Boy em 1986 depois de uma compilação do álbum ” Planet Rock ” em 1988 fez uma mistura total, os grande da black no momento assinando varias faixa no mesmo album e lançou Afrrika Bambaataa que incluiu contribuições de George Clinton, UB40, Bootsy Collins, e Boy George.

Três anos depois, o terceiro álbum de Bambaataa, 1990-2000, Decade darkness, que foi lançado pela Capital record´s, enquanto coincidindo com a carreira dele Time Zone, o próprio Bambaataa lançava pela propria gravadora Planet Rock mais uma vez entrou na parada das mais tocadas.
Bambaataa teve seu momento com o single Zulu Groove em 1997.

No novo milênio lançou Hydraulic Funk e o album Electric Funk Breakdown logo no começo de 2000.
Sabemos que o genio de Bambaataa esta cada vez mais vivo e que muitas coisas vão surgir...

A Zulu Nation é um organismo que visa abraçar a vida duma forma mais positiva, alicerçada na cultura.
Primeiro foi a dança, o Breakdance, depois seguiu-se o Graffiti, o DJing e o MCing.

Foi precisamente na comemoração do 1º aniversário da Zulu Nation que Bambaataa declarou o começo oficial do Hip Hop nessa data de 12 de Novembro de 1974.

Com a Zulu Nation, Bambaataa pôde ainda divulgar o seu profundo conhecimento musical, capitalizado pela audição de muitos muitos breaks.

Kool Herc percebeu que as multidões que se juntavam à sua volta nas festas preferiam o ritmo do funk acima de qualquer outro.

E o êxtase incidia sobretudo nos trechos das músicas onde estava mais em evidência o baixo e a bateria.
Assim, surgiram os breaks.

É que Herc entendeu essa preferência das pessoas e engendrou uma táctica que lhe permitia prolongar o efeito do break, tendo duas cópias do mesmo single, alternando-as e mantendo a alternância da batida.

Grandmaster Flash seria importante ao ser o primeiro a dominar na sua mesa de mistura a passagem dum disco para o outro sem paragens, graças a um botão chamado cross-fader.
A revolução técnica estava consumada.

Joseph Saddler (Bridgetown, 11 de janeiro de 1958), mais conhecido como Grandmaster Flash, é um músico de hip-hop e DJ.

É atribuido à Grandmaster Flash a invenção do ” scratch”, Dizem que “Grandmaster Flash, talvez o mais talentoso dos discipulos do Dj Jamaicano Kool Herk, criou o “scratch”, ou seja, a utilização da agulha do toca-discos, arranhando o vinil em sentido anti-horário, como instrumento musical.

Além disso, Flash entregava um microfone para que os dançarinos pudessem improvisar discursos acompanhando o ritmo da música, uma espécie de repente-eletrônico que ficou conhecido como Rap.


Acidentalmente, Grandwizard Theodore criou o scratch, tocando o disco ao contrário com o auxílio da mão, tendo um pedaço previamente seleccionado da música e repetindo-a para a frente e para trás.
Grandmaster Flash seria um dos responsáveis pelo aperfeiçoamento desta técnica.

O ritmo inspirava as pessoas a dançar os breaks.
Daí que ficassem conhecidos como breaker boys ou b-boys. Aqui uma das mais famosas crews: Rock Steady!

Cold Crush Brothers era um grupo que albergava Grandmaster Caz.

Consta que Grandmaster Caz seria o autor de algumas rimas que seriam usadas no primeiro grande estrondo musical desta cultura "Rapper's Delight".

Sylvia Robinson, antiga cantora e produtora dona da Sugarhill Records, cria e lança o grupo Sugarhill Gang, composto por Big Bang Hank, Wondermike e Master Gee.

Seria Big Bang Hank aquele que usaria/roubaria as rimas originais de Caz para o tema "Rapper's Delight".
Estes três membros de Sugarhill Gang não pertenciam a nenhuma crew local, Hank era mesmo segurança das festas que aconteciam.

Oportunismos à parte, "Rapper's Delight" foi um êxito comercial ultrapassando mais de 2 milhões de exemplares vendidos só nos Estados Unidos.
Era a confirmação da viabilidade comercial do rap.

Taki 183, um dos pioneiros do Graffiti.
Taki 183, o grande mestre do spray fez uma revolução em Nova Iorque ao lançar as suas Tags (assinaturas) por toda a cidade, sendo noticiado até no New York Times da época… Depois dele vieram: Blade, Zephyr, Seen, Dondi, Futura 2000, Lady Pink, Phase 2, entre outros…
Adotou esse pseudónimo, assinando em vários pontos de Nova Iorque. "183" referia-se ao número da porta onde morava.
Nova Iorque surpreendeu-se com a tag que aparecia em todos os lados e se multiplicava.

Futura 2000 foi outro dos pioneiros do graffiti.

Os comboios eram uma boa plataforma para publicitar as assinaturas dos writers. Daí a proliferação de comboios pintados.

Aqui a tag de outro histórico writer: Zephyr.

Run DMC revolucionou o Hip Hop, introduzindo-lhe modernidade e uma identidade mais próxima da que conhecemos.

Particularmente uma forma mais casual e desportiva na indumentária, já que inicialmente se usavam roupas excêntricas como as dos grupos de funk e posteriormente um estilo inspirado pela estética punk.

Mas Run DMC também inovou nas rimas e especialmente nas batidas ao usar caixas de ritmos e os recém-criados samplers, promovendo uma sonoridade mais sintéctica. Outros nomes se seguiam inspirados neste legado incrível.

Em baixo alguns dos mais prolíferos representantes do rap, que foi o elemento mais desenvolvido e privilegiado pela indústria devido à sua extraordinária capacidade de gerar lucros.
Muitos muitos nomes faltam certamente, mas eis alguns protagonistas:

                                                                     Public Enemy

                                                                      De La Soul

                                                                      Rakim

                                                                KRS-One



                                                                       Gangstarr

                                                                        N.W.A.

                                                                    Notorious B.I.G.

                                                              Wu-Tang Clan

radialistas!!!!!!!


---------- Mensagem encaminhada ----------
De: slow 
Data: 21 de novembro de 2012 22:08
Assunto: Re: radialistas
Para: slowdabf@gmail.com, Patrícia Psique


VICENTE LEPORACE
VICENTE FIDERICE LEPORACE

Radialista, Locutor, Ator e Apresentador de TV

* São Tomas de Aquino, MG (26/01/1912)
+ São Paulo, SP (16/04/1978)

Vicente Leporace foi um radialista muito popular do Brasil.

Nascido em São Tomas de Aquino, MG em 26 de janeiro de 1912, Vicente Leporace foi sem dúvida um dos mais discutidos profissionais do rádio brasileiro.

Em 3 de setembro de 1937, a Rádio Atlântica de Santos inaugurou o Teatro de Antena apresentando um jovem rádio-ator vindo da PRB-5 Rádio Clube Hertz de Franca, SP. Surgiu então o grande Vicente Leporace.

Blota Junior e Vicente Leporace
Em sua longa carreira pelo Rádio ele atuou como redator, locutor, programador, discotecário, radioator, apresentador de televisão, apresentando com Clarice Amaral no Canal 7 a "Gincana Kibon", foi também ator de cinema.

Atuou também em 1966 na novela "Redenção" com o papel de Carlo.

Em 1941 foi convidado por Blota Júnior para atuar na sua amada cidade Franca, voltando assim a ecoar sua voz à Rádio Clube Hertz de Franca. Ficou na rádio até o final de 1950, quando no dia 01/04/1951, lançou-se pela ondas da PRB-9 a Rádio Record de São Paulo, passando então a apresentar o"Jornal da Manhã" um informativo de meia e meia hora que ele mesmo produzia e apresentava.

Depois de onze anos, transferiu-se para a PRH-9 a Rádio Bandeirantes de São Paulo onde lançou a grande paixão da sua vida, o programa "O Trabuco". Alguns livros, relatam que a saída de Vicente Leporace da Rádio Record foi por questões salariais.

O programa "O Trabuco"  era um informativo diário que veiculava os fatos importantes do país e Vicente Leporace expressava sem medo seus cometários e críticas.

Vicente Leporace assumia toda a responsabilidade sobre seus ditos. Ele sem dúvida nenhuma tornou se o defensor dos menos favorecidos. Uma vez questionado porque o"Trabuco", ele explicou que não se tratava de uma alusão a uma arma de ataque e defesa e sim pela corruptela nascida na Calábria, terra de seus pais, que, estando dominada por tropas invasoras, seus habitantes ao trocarem informações utilizavam-se do método de boca a boca, originando o neologismo"trabuque" entre boca, ou o que não podia ser dito em voz alta.

Vicente Leporace muitas das vezes apresentou seu programa sob mira de fortes armas de fogo. Mas na época, vivia-se o regime militar de 64, e ele foi se dúvida nenhuma um dos maiores frequentadores da extinta Delegacia de Ordem Política e Social (DOPS).

Mas toda esta pressão nunca o intimidou, a sua coragem e seu desprendimento o tornou um ícone na radiodifusão, não podendo esquecer de ressaltar seu amor à causa pública um defensor dos princípios morais e éticos.

Em 1969 apresentou pela TV Bandeirantes o jornal "Titulares da Notícia" ao lado de grandes nomes como Maurício Loureiro GamaJosé Paulo de AndradeMurilo Antunes Alves e Lourdes Rocha.

Vicente Leporace faleceu em São Paulo em 16 de abril de 1978 vítima de umEdema Pulmonar, deixando sem dúvida uma enorme brecha no rádio e na comunicação brasileira. Morreu sem concretizar seu maior sonho em editar um jornal em Santo Amaro, SP. Um jornal que circularia diariamente que chegou a ser constituído e registrado como "O Trabuco", mas infelizmente este sonho nunca chegou as bancas.

Como diria nosso grande Vicente Leporace"Assino e Dou Fé!".


Em 21 de novembro de 2012 21:51, slow <slowdabf@gmail.com> escreveu:

RENATO MURCE

RENATO FLORIANO MURCE

Radialista

* Rio de Janeiro, RJ (07/02/1900) + Rio de Janeiro, RJ (26/01/1987)
 
Renato Murce, (Renato Floriano Murce) um dos pioneiros do rádio, nasceu no RJ no dia 8 de fevereiro do ano de 1900 e faleceu no dia 26 de janeiro de 1987 também no RJ.

Produziu diversos programas, entre eles “Alma do Sertão”, mostrando através de poesias o valor do sertanejo na sua vida de homem simples e arrojado.

Renato Murce com seu irmão, Darío, formaram um conjunto musical no final da década de 20 denominado "Os Gaturamos" somente para cantar músicas regionais, visto que Renato foi um apaixonado pelo nosso folclore, sendo pioneiro desse tipo de programa radiofônico.
 Iniciou no rádio em 1924, aceitando convite de Roquete Pinto para colaborar na Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, portanto um dos primeiros da radiofonia brasileira e, como entusiasta dos movimentos líricos em nosso país, foi eleito “O Principe dos Cantores Regionais do Brasil” no ano de 1930.

Renato Murce também criou "Piadas do Manduca", um humorístico, radiofonizado e encenado com Sara Nobre, Lauro Borges , o Sr. Alcebíades, um gago , Eliana - bonita atriz de cinema, com quem se casou -, Alredo Viviane , o Própio Murce que fazia o Dr. Leão, um professor que sabia de tudo, Brandão Filho , o Dr. Fagundes, Castro Barbosa , o Seu Ferramenta conseguindo ficar "no ar" por vinte anos programa esse que seria levado para a TV Rio na década de 60 com o mesmo prestígio radiofônico.

Lançou o livro “Bastidores do Rádio”, no Teatro Opinião, em 1976 e continuou à trabalhar depois da aposentadoria, quando sofreu um infarto, não mais se recuperando. Apresentou o programa de rádio Ontem, hoje e sempre com material produzido de arquivo, por muitos anos.



ARY BARROSO
 
ARY DE RESENDE BARROSO

Compositor e Locutor

* Ubá, MG (07/11/1903)
+ Rio de Janeiro, RJ (09/02/1964)


Nos anos 1930, escreveu as primeiras composições para o teatro musicado carioca. Aquarela do Brasil teve a primeira audição na voz de Araci Cortes e regravada diversas vezes no Brasil e no exterior. Recebeu o diploma da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood pela trilha sonora do longa-metragem Você Já Foi à Bahia? (1944), de Walt Disney.

A partir de 1943, manteve durante vários anos o programa A Hora do Calouro, na Rádio Cruzeiro do Sul do Rio de Janeiro, no qual revelou e incentivou novos talentos musicais. Também trabalhou como locutor esportivo (proporcionado momentos inusitados ao sair para comemorar os gols do seu time, o Flamengo). Autor de centenas de composições em estilos variados, como Choro,Xote MarchaFoxtrote e Samba. Entre outras canções, compôs Tabuleiro da Baiana (1937) e Os Quindins de Yayá (1941), Boneca de Piche, e outras.

Durante os a década de 1940 e a década de 1950 compôs vários dos sucessos consagrados por Carmem Miranda no cinema. Ao compor Aquarela do Brasil  e inaugurou o gênero Samba-Exaltação


Ary Barroso também era locutor esportivo.
.--
 Luiz Claudio Pontes dos Santos 
 SLOW DA BF-  021 -91052506

Promotor do projeto Cinema Para Todos
http://www.cinemaparatodos.rj.gov.br/site/

Membro da Universal Zulu Nation
http://www.zulunation.com/

Agente Sócio educador da Child Hope
http://www.childhope.org.br/

Membro do cineclube Mate com angu
http://matecomangu.com.br/lanofimdomundo.php


25 de nov de 2012

GRANDE BANDA MESMO!!!





Ontem no circo voador assisti maravilhado esta grande banda que já curto muito desde a década passada!!

EL EFECTO!!


Cinco caras instigados, malemolência sintática coerente e ritmos, vozes e instrumentos

diferentes musicando tudo em harmonia.

Você ouve agora El Efecto.

Em 2002, deram o primeiro acorde.

Afinados, música, pessoal e ideológicas-mentes, começaram a compor a banda:

Bruno Danton (guitarra, cavaquinho, trompete e voz),

Tomás Rosati (voz, percussão e clarinete) e Eduardo Baker (baixo).

Depois de algumas mudanças na formação,

Pablo Barroso (guitarra e voz) e Gustavo Loureiro (bateria)

também compõem a banda – que nasceu e cresceu no Rio de Janeiro

e vem ganhando espaço no cenário alternativo nacional.

Mas quem são eles?

El Efecto é plural, um remelexo no lixão da história mundial, são riffs,

é flauta, é frevo, violino, sertão,

cotidiano, cajón, cavaquinho, um batidão, tango argentino, subversão,

cúmbia, catarse, religião, interrogação, transgressão, trompete,

trapézio, blues, televisão, miséria, mazelas, pedras,

sonhos, ciclos, o caçador e a caça,

diversão de graça,fim de tarde na praça, domingo no circo,

debate, abate, minoria, poesia, utopia, movimento anti-paralisia,

as pessoas e suas (des)humanidades.

Tudo junto e harmonizado, sem perder a coerência jamais.

As letras cantam política, questões e patologias sociais,

as cirandas sem fim, ou chamam à simplicidade e à beleza do silêncio.

Com a elasticidade semântica que a língua permite,

mesmo se repetem o que já foi dito,

fazem jogos de palavras elaborados e reinventam trocadilhos e ditos populares.

Questionam preceitos, o piloto automático nosso de cada dia,

nossa tela, nossa cela, nossa solidão.

Sussurram em surround.

Vozes e vocais expressam-se em protesto contra a máquina e a maquinização.

Falam do que não (se) fala. Gritam como quem não acha nada natural a ordem das coisas.

Compartilham como podem.

No site www.elefecto.com.br,

todas as gravações da banda estão disponíveis gratuitamente para áudio e download.

Nos palcos, nada de figurinos ou cenários elaborados. A mensagem é o meio.

Liberdade de composição, um dos princípios.

O movimento é o fim.

Nas ruas, com ideias na cabeça e stencil à mão, fazem convites sutis a (re)parar, (re)pensar e (re)agir.

Como Qualquer Outra Coisa, o primeiro álbum, nasceu em 2004, seguido de Cidade das Almas Adormecidas em 2008.

O tempo passou e eles não estagnaram; em 2010 germinou o EP Novas Músicas Velhas Angústias.

Mais maduros, com dez anos completos e consolidados, novos frutos:

prelúdio à consagração da Primavera, brotam Pedras e Sonhos em setembro de 2012.

Continua...--
Por Larissa Peron


Discografia:
Formação: 

Tomás Rosati: Voz, percussão e clarinete.
Bruno Danton: Voz guitarra, trompete
Pablo Barroso: Voz e guitarra
Eduardo Baker: Baixo
Gustavo Loureiro: Bateria

           




Para o Livro de Literatura de Segundo Grau

Não leias odes, meu filho, lê horários

(dos trens, dos ônibus, dos aviões)

são mais exatos. Abre os mapas náuticos

antes que seja tarde demais. Sê vigilante, não cantes.

Chegará o dia em que eles, de novo, pregarão listas

no portão e desenharão marcas no peito daqueles que dizem

não. Aprende a ir incógnito, aprendeu mais do que eu:

a mudar de bairro, de passaporte, de rosto.

Entende da pequena traição,

da salvação suja de todos os dias. Úteis

são as encíclicas para se fazer fogo,

e os manifestos: para a manteiga e sal

dos indefesos. É precisa raiva e paciência

para se soprar nos pulmões do poder

o fino pó mortal, moído

por aqueles, que aprenderam muito,

que são exatos, por ti.

Hans Magnus Enzensberger



-- 
 Luiz Claudio Pontes dos Santos 
 SLOW DA BF-  021 -91052506

Promotor do projeto Cinema Para Todos
http://www.cinemaparatodos.rj.gov.br/site/

Membro da Universal Zulu Nation
http://www.zulunation.com/

Agente Sócio educador da Child Hope
http://www.childhope.org.br/

Membro do cineclube Mate com angu
http://matecomangu.com.br/lanofimdomundo.php

24 de nov de 2012

Mais um poema...

Por vezes levito, por outras lhe evito...
Mesmo num mundo só meu, ele se prende e se solta, se rende e se açoita como que culpado por tanta beleza e melodia que em si  evoca.
Sem me tocar conhece meus caminhos e domínios. Às vezes, é jeitoso e devagar se aproxima, conhece seu espaço e corre por mim como menino a soltar pipa...levemente concentrado, tranquilamente desnorteado...
Noutras vezes, me arranha, chega a rasgar...não sente meu sopro em sussurro...
Indelével se desespera e se perde em mim, deleitando-se em minha momentânea calma...
Provoco-lhe insônias constantes, conquistas vibrantes, debates emocionantes sem parcimônias inquietantes.
Sou sua música, o que respiras...sou sua musa, o que lhe inspira
Sou a parte que lhe cabe do fugaz do mundo
Sou amor alto, largo e profundo, lento como acalento, certo como desconcerto...
Sou rima louca de Estamira, verso o inverso do teu verso e disperso tudo que lhe é perverso, mira? 
Acordei assim...querendo ser a voz da tua melodia...

La Belle Psiqué... para Mon Eros, mon poète...

23 de nov de 2012

GALINHA

Vou para o colégio Guadalajara em Duque de Caxias pintar com meus amigos Mais Alto e Black a escola com nossos Sprays...
 

Mais tarde galinha frita no KFC e depois assistir Cosmópolis... 


O filme é ambientado num período em que a cidade de Nova York vive tumultuada e a era do capitalismo está chegando ao fim. Neste cenário, Pattinson vive o milionário egocêntrico Eric Packer, o menino de ouro do mundo financeiro. Em meio ao caos, Packer decide atravessar a cidade em sua limousine, pois acordou com a obsessão de cortar o cabelo no barbeiro de costume.
Poster do filme Cosmopolis Cosmópolis Legendado AVIPattinson de óculos em cena do filme cosmópolis Wallpaper
Prestes a viver as 24 horas mais decisivas de sua vida, com a certeza de que alguém está tentando assassiná-lo, ele se depara com o colapso de seu império.

GALINHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!


Amando mais chegamos menos cansados nos destinos estipulados por nós!!!

22 de nov de 2012

MEUS ESCRITORES E ARTISTAS DA ESCRITA PREFERIDOS

KRS 1:
Lawrence Krisna Parker (20 de agosto de 1965), também conhecido pelo nome de KRS-One, Kris Parker, The Blastmaster e The Teacha.


 
Big Pun
Christopher Lee Rios ( 9 de novembro de 1971 -  7 de fevereiro de 2000), conhecido por Big Punisher ou Big Pun, era um MC descendente de porto riquenhos e apareceu na cena do rap no Bronx, no começo da década de 90

Notorious B.I.G.Christopher George Latore Wallace (21 de maio de 1972 –  9 de março1997), Conhecido por: Biggie Smalls, Big Poppa, Frank White e seu primeiro nome no rap, The Notorious B.I. G, nascido no Brooklyn, New York City, New York.












Smoothe da Hustler
Esse é o cara, quem já ouviu seu disco sabe do que eu estou falando. Flow nervoso direto do NY.













Todos do Arsonists
Jise 1, freestyle, d – stroy e q unique.

Mc out load do Blahzay Blahzay
Esse manda muito. Quem já ouviu (danger) sabe do esquema direto do Brooklyn para o mundo todo, estilo e levada...
Rakim
William Michael Griffin Jr. ou Rakim Allah ou só Rakim, nascido em 28 de janeiro de 1968, em  Wyandanch, Long Island, New York) é um desses que ficaram pra sempre na historia do hiphop mundial, pelas letras, idéias estilo e inteligência.


Kool g rap
Nathaniel Wilson (20 de julho de 1968), conhecido pelo nome de Kool G Rap, é um MC de Corona, Queens, New York. Começou sua carreira na metade da década de 80 com o Kool G Rap & Polo e também fez parte do grupo Juice Crew.


ODB
Russell Tyrone Jones ( 15 de novembro de  1968 -  13 de novembro de, 2004). Conhecido como Ol´ Dirty Bastard (ODB). Ele foi um dos fundadores do Wu Tang Clan.


Lauyin Hill
Lauryn Noel Hill ( 25 de maio de 1975). Cantora, rapper, produtora e atriz começou a ganhar reputação sendo a única vocalista do grupo Fugges.
Mos Def
Dante Terrell Smith ( 11 de dezembro de1973), Mos Def, é um rapper e ator. Mos começou sua carreira como membro da Native Tongue Posse.
Jay Z
Shawn Corey Carter, nascido em 4 de dezembro de i969 é uma lenda no rap.

Nas Nasir Jones (nascido em 14 de setembro de 1973) conhecido com Nasty Nas ou Nas, filho do músico de jazz Olu Dara, Nas começou em 1994 com o CD Illmatic.
Big Daddy Kane
Antonio Hardy (10 de setembro 1968) ou Big Daddy Kane, é um produtor e MC de Bedford-Stuyvesant ,Brooklyn, New York.
Big L
Lamont Coleman (30 de maio de 1974 –  15 de fevereiro de, 1999), Big L, era um MC do Harlem. Nasceu , cresceu , viveu, venceu e levou um tiro fatal na mesma New York City.
Kool Moe Dee
Mohandas Dewese (8 de agosto de 1962). Kool Moe Dee é da velha escola do hip hop desde os anos 80. Nasceu em Manhattam, New York City.


Lady of Rage
Robin Yvette Allen é a mina mais sinistra em termos de flow, essa manda mesmo e fecha com geral.
Jeru the Damaja
Kendrick Jeru Davis, direto do Brooklyn, manda muito bem nas levadas e letras.
The RZA
Robert Diggs é fundador do Wu Tang Clan, ator, MC, produtor e tem um estilo único de fazer tudo.
Sadat X
Derek Murphy, MC do Brand Nubian. Depois que aderiu ao islamismo adotou o nome de Sadat X(antes era Derek X). Flow único e levada original.
ILL Bill
William Braunstein (1972) direto do Brooklyn e membro do Non Phixion, produtor e MC com estilo agressivo e corrosivo.
Biz Markie
MC das antigas, mestre do Beat Box e ainda é DJ. Marcel Hall. Nascido em 8 de abril, 1964 em Harlem, New York.
Pharoahe Monche
Troy Donald Jamerson 31 de outubro de, 1967 em  Queens, New York. Ele é conhecido pelo sistema complexo de rimas e flows multi-silábicos desde o organized konfusion até hoje.

Eminen Marshall Matters
É uma nova promessa no rap norte americano. Flow impressionante e idéias malucas.
Craig MackCraig Mack (nascido em 10 de maio de 71) no Bronx, Nova York, é um rapper americano notável. Atuou sob o nome MC EZ. Esse não podia ficar de fora, flow real e forte, estilo próprio e único.

Bahamadia
Bahamadia é considerada por muitos uma das melhores rappers femininas de sempre. A artista começou a sua carreira como DJ no início da década de oitenta, mas foi nos anos noventa como emcee e com o apoio do Gang Starr que o nome Bahamadia se tornou num dos melhores cartões de visita do Rap, made in Philadelphia.
Menina de estilo sempre forte e levada calma, mais vibrante.







Esoteric
Começou a rimar em 1991-92 no norte de Boston e regiões, seu primeiro disco, chamado God Complex, foi aclamado como um dos mais inovadores discos de todos os tempos, sempre junto com seu DJ 7l. Mc de letras e flows complicados e levada rara.

Busy Bee
Lenda desde os primórdios inovando e mantendo a real profissão de mc.

Chino Xl
Um dos melhores letristas do jogo e também dos menos reconhecidos, Chino XL mantém o seu nível de excelência, Mc de flow impressionante, estilo metralhadora de versos.

Beasties Boys
Todos...

King Ad-Rock (Adam Horovitz), MCA (Adam Yauch) and Mike D (Mike Diamond). O nome Beastie Boys é associado à inovação, criatividade e bom-humor.

Coke La Rock
Por razões práticas, ele é considerado como sendo o primeiro MC. Originalmente um membro da Zulu Nation, em meados dos anos 70. Em 1976, Kool Herc pediu para Coke atuar como seu próprio mestre de cerimônias.

Grand Master Caz
Curtis Fisher cresçeu no Bronx. Pioneiro eficaz e altamente técnico, Grandmaster Caz, o arquiteto do legendário Cold Crush Brothers, é um dos brilhantes MCs literarios da primeira escola.

Valete

Em 2006, saiu o álbum “Serviço Público”, o álbum teve um impacto bem para além da esfera do HipHop.
Mc residente em Portugal, de origem africana e que revela ao mundo um flow emocionante e forte.

Mic Geronimo
Talento e flow. Muitos acham esse cara o mais renegado MC de todos os tempos, ele representa o Real Hard Core Rap de flow e estilo.

Kurtis Blow
Nascido Curtis Walker 9 de Agosto de 1959, é um dos mais influentes mcs e um dos primeiros rappers, um dos primeiros artistas de hip hop a gravar e fazer sucesso seu estilo marcante e levada especial faz dele um ícone de todos os tempos.

 Scarface
Nome de um rapper da década de 90 que anteriormente tinha feito parte do grupo the Geto Boys, estilo tenebroso, ele é considerado um dos mestres do flow e tem uma legião de fans no mundo todo.

Almight KG Cold Crush Brothers
São Djs Charlie Chase e Tony Tone, Grandmaster Caz, JDL, almighty KG e Easy AD. Toda a tripulação tinha habilidades líricas, mas Caze KG eram os homens de frente...

Busta Rhymes
Grande MC descendente de jamaicanos, honra a sua origem com um flow magnético, também chamado de o rei das festas, fazia parte do grupo da década de 80.

Snoopy Doggy Dogg
Rapper da Califórnia com estilo único e que ao passar dos anos continua com a levada G Funk, representa o estilo gangsta na levada e na atitude
-HELTAH SKELTAH - principalmente pelo Rock!!
-R.A. THE RUGGED MAN   - louco de pedra masi rima muitomais que muitos por ai
-GOODIE MOB (TODOS) - caipiras  e maconheiros doidinhos da rima
-ROOTS MANUVA da europa mas com pegada da jamaica
-CHARLIE 2NA esse é brabo!!
SABOTAGE- para mim seria o mais completo com  o passar dos anos.metrica loka e flow mais loko ainda as letras estavam evoluindo muito.
Site SabotaGe
Black alien
Mestre!!
 Dina dee para mim a maior mc do brasil disparadaaaaaaaaaaa
 Brown  mc que coloca muITA emoçao no que canta e tem letras inspiradas .
Tina tina mistura o canto com o ra pde forma unica  muito flow e metrica estiolsa.
 Sandrao muita tecnica vocal e un estilo ratao unico levada otima e letras otimas tambem
 Pentagono : grupo , sinitsr ouniao de timbres e vozes jaiams vista por aqui flow e levada aliada a musicalidade total
 Ezn  grupo  de estilo propio com muita metafora e flow diferenciado com letras malucas e metrica quebrada
Nel boy se destaca pelo flow e levada peculiar muito agressivo verbalmente falando.
 Marechal mc de levada alucinada e freestyles quase perfeitos e muita emoçao na escrita.
Sharylaine- Speed freaks- Arcanjo -Mahal- Camorra -Potencial 3- Dbs- Dom l- Loko -Edi rock -Md2 Gog -Dee mau- Dj man -Xis- Piveti -Kid nice -Rubia- Heliao- Mv bill -De leve- Cambio negro Thayde -Mc jack- Luo -DocTors mcs -Pmc- Sombra- Zé brown- Base -Zorak- Pepeu -Paulo napoli Max b.o -Zafrica brasil -Shawleen -Consciência humana...
AUTORES:
1 - UMBERTO ECO.... LEIO TUDO SOBRE ELE E TUDO Q ELE ESCREVE...
2- SARAMAGO... SENSIVELMENTE RUDE...
3-ISAAC ASIMOV- DO FUTURO TOTAL...
4-CLARICE LISPECTOR - PERFEITA

 João Cabral de Melo Neto

 Manuel Bandeira

GUIMARAES ROSA
MACHADO DE ASSIS

MUITAS PESSOAS DIZEM QUE ESTÃO SE VICIANDO EM LER MEU BLOG E APROVEITO PRA LANÇAR A CAMPANHA : NÃO USE CRACK...LEIA UM BLOG...